Perua do BMW M3 tem 510 cv e tração integral para brigar com Audi RS 4, mas não vem ao Brasil

Perua do BMW M3 tem 510 cv e tração integral para brigar com Audi RS 4, mas não vem ao Brasil

Perua do BMW M3 tem 510 cv e tração integral para brigar com Audi RS 4, mas não vem ao Brasil

Mais um modelo da BMW sai do forno durante as comemorações dos 50 anos da divisão esportiva M. A bola da vez é a M3 Touring, versão perua do emblemático sedã esportivo, apresentada no Festival de Velocidade de Goodwood.

É a primeira vez que o M3 tem uma versão station wagon – apesar de a montadora ter fabricado o conceito E46 M3 Touring em 2000. Já as antigas versões conversível e cupê receberam a nomenclatura de M4.

BMW M3 Touring foi revelado no Festivel de Velocidade de Goodwood — Foto: Divulgação

BMW M3 Touring foi revelado no Festivel de Velocidade de Goodwood — Foto: Divulgação

O alvo da novidade é uma das únicas remanescentes das peruas com alma esportiva, a Audi RS 4 Avant. Para isso, o M3 Touring traz sob o capô o mesmo motor do sedã, o 3.0 turbo de seis cilindros em linha que rende 510 cv e 66,3 kgfm de torque. O câmbio é automático de oito marchas e a tração, integral.

Perua tem porte semelhante ao da Audi RS 4 Avant — Foto: Divulgação

Perua tem porte semelhante ao da Audi RS 4 Avant — Foto: Divulgação

Segundo a BMW, a perua acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos – apenas um décimo de segundo atrás do M3 Competition – e chega aos 250 km/h de máxima. Mas a velocidade final pode atingir os 280 km/h com o pacote opcional M Driver.

Enorme grade com frisos verticais domina a dianteira — Foto: Divulgação

Enorme grade com frisos verticais domina a dianteira — Foto: Divulgação

Entre as diferenças visuais em relação ao Série 3 Touring estão a gigantesca grade com frisos verticais, arcos de rodas alargados, difusor traseiro maior, saída de escapamento quádrupla e um bodykit que deixa o carro bem agressivo.

Há diversos opcionais para deixar o carro mais leve, como peças de fibra de carbono e rodas de alumínio forjado de 19 polegadas na frente e 20” atrás. Também opcionais são os discos de carbono-cerâmica, mas a suspensão adaptativa M é de série.

Grande tela curva une painel de instrumentos digital e central multimídia — Foto: Divulgação

Grande tela curva une painel de instrumentos digital e central multimídia — Foto: Divulgação

Por dentro, o M3 Touring traz as mesmas mudanças que o Série 3 recebeu na última reestilização, mas com toques da divisão M. Como exemplo a tela curva que une o painel de instrumentos de 12,3” à central multimídia com 14,9”. O espaço no porta-malas é o mesmo da versão “civil”: são 500 litros, capacidade que chega a 1.510 l com os bancos rebatidos.

Os assentos esportivos M são de série, mas bancos concha são oferecidos como opcional. Há ainda revestimentos de couro para o interior com quatro opções de cores.

Cabine pode receber bancos concha como opcional e pode receber quatro cores de revestimentos — Foto: Divulgação

Cabine pode receber bancos concha como opcional e pode receber quatro cores de revestimentos — Foto: Divulgação

A produção do M3 Touring começa em novembro, mas as encomendas já podem ser feitas a partir de setembro na Europa. Os preços começam em 97.800 euros (R$ 533 mil na conversão direta) – um acréscimo de 5.000 euros (R$ 27 mil) sobre o sedã.

Segundo a BMW, não está nos planos trazer a perua para o Brasil, mas promete outras novidades da linha M para o nosso mercado. Lembrando que por aqui o M3 Competition custa R$ 799.950.

Por Thais Villaça – Auto Esporte –

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP